Felipe Lacerda - o escritor que diz Ni

Fevereiro 17 2010

Gente, eu preciso confessar uma coisa que fiz e falei que não ia fazer de jeito nenhum, inclusive no post anterior eu desci a lenha neles, mas aqui estou eu como prova irrefutável da parcela de culpa que possuímos na hipocrisia ululante no mundo, pois dizemos e redigimos que jamais faríamos determinadas coisas por nenhuma força que exista no mundo, mas confesso que fui fraco e medíocre, motivo do qual venho até aqui retratar minha miséria e vergonha: eu fiz um twitter.

 

 

@lacerdawins

 

 

publicado por Felipe Lacerda às 19:06

HAHAHA Tá desculpado, eu também tenho, aliás, cada dia com menos seguidores...
Obrigado pelo comentário na Moringa, está um pouco abandonada, mas permanece respirando.
Igor a 18 de Fevereiro de 2010 às 01:31

Como estabelecido entre o conselho nobre... aqui esta...

http://caminhodaterramae.blogspot.com/
Paulo Mendonça a 22 de Fevereiro de 2010 às 23:12

Alto, loiro, sarcástco, finamente irônico, ator, escritor, ano 87, à alcool, sére luxo, estofado de couro, rodas de liga leve, direção hidráulica...
O Autor
comentários recentes
Muito bom o seu post. A poesia é alog que sempre v...
Na boa cara, muito pomposo este seu artigo, mas v...
Adoro este blog e já o leio à alguns dias a acompa...
Eu não sei quem sou e você sabe quem é? E se não s...
"A poesia é a música da alma, e, sobretudo, de alm...
deve se orgulha sim você é o OVULOZORD Da turma a ...
Como vc num deu nome aos bois, vou concluir que fo...
Como estabelecido entre o conselho nobre... aqui e...
Aquela do "rédeleibou ou aici" é pior... Vai por m...
http://poecinzas.blogspot.com/2009/09/uma-carta-pa...
pesquisar