Felipe Lacerda - o escritor que diz Ni

Fevereiro 02 2010

 

Je t’aime
 
 
Uma piada sobre o amor. Ou um olhar sério sobre a comédia romântica. “Je t’aime” é um poema exótico sobre os costumes, manias e trejeitos do namoro. Uma fábula de amor e ódio através da ousada ótica de dois apaixonados, no sentido mais exato da palavra.
Léo é um escritor inteligente, sarcástico e auto-irônico. Possui um senso de humor doentio.
Bia é uma fotógrafa muito bem humorada, irônica, bonita, inteligente e completamente maluca.
A única coisa que Léo e Bia possuem em comum é a inteligência e a ironia.
Duas almas quase opostas.
Dois universos que colidem.
O namoro dos dois obviamente não durou muito. Agora separados, não querem mais nem ouvir o nome um do outro. Pelo menos é o que eles dizem.
Mas quis o destino, esse sacana, que algo absurdo viesse a acontecer.
Bia é obrigada a passar quatro dias na casa de Léo, mesmo contra a vontade dele.
Com diálogos rápidos e texto dinâmico, recheado de uma deliciosa ironia fina, Je T’aime nos apresenta uma visão verossímil de qualquer relacionamento, qualquer casal que se ama e se odeia ao mesmo tempo.
Com sacadas de humor inteligente e ironia debochada, mesclados a momentos de tocante ternura e amor, a história dos dois nos convida o tempo todo a chorar e rir de nós mesmos.
 
Essa é a hilária reflexão sobre o amor, a cumplicidade, a dedicação, o carinho, as brigas, implicâncias, intimidade, defeitos, orgulho, individualismo, romantismo...
Todas as mazelas do relacionamento ilustradas por um casal irreverente, sagaz, contemporâneo e tragicamente inteligente.
 
 
JE T’AIME
 
Roteiro e co-direção: Felipe Lacerda
Produção e direção: Mariana Penido
Protagonizando a história: Felipe Lacerda e Marielle Zum bach.
 
 

 

 

Esse, o mais audacioso que já coloquei em prática, trata-se de um projeto cuja intensão primordial é a inscrição em festivais e mostras de cinema. Tenho peito pra isso, essa equipe toda tem peito de sobra pra isso. Mais um monte de gente envolvdo em todo o processo tem peito o suficiente pra isso.

SPECIAL THANKS para os patrocinadores, apoiadores e divulgadores do filme.

Menos para o pessoal da lei de incentivo, que tiraram banca e ajudaram porra nenhuma.

Ainda.

 

De uns tempos para cá parei de anunciar meus planos de dominação global aqui no Espalhando Câncer, mas como esse filme está em avançado estado de produção e algumas coisas já até foram inicializadas, creio que vocês devam saber.

Mais que qualquer outro exibicionismo da minha parte, é motio de imenso orgulho para mim co-dirigir com uma produtora fantástica e contracenar com uma atriz tão incisiva. 

Além do mais, para todos os que sobestimam minha capacidade de pôr em prátcas minhas concepções e acham que não passo de um sonhador iludido, vai  aí declarado em audio e vídeo minha mais completa, saborosa e luxuriosa desforra

Mordam-se de ódio, palhaços.

Para quem torce sempre por mim (deve haver alguém), meus apaixonados agradecimentos.

E pelo amor de qualquer deus, você aí que anda comentando sem dar o nome (assinando com essa carinha esquisita), faz o favor de me ironizar menos. Feito assim, do jeito que está, fica parecendo inveja.

 

Em breve num cinema perto de você.  

 

publicado por Felipe Lacerda às 15:07

te admiro rapaz e parabens pelo filme.
mas vc, deixe de ser um otário paquerador via net, de moça que namora.
melhor sarcasmos aqui do que levar uma surra na escada do costa rangel, não é mesmo.
se liga, aproveita teu talento e deixa de ser mané!
^;^ a 2 de Fevereiro de 2010 às 20:24

Esses comentários redem outro filme, né não?
Parabéns, moço! Eu também tenho um pouco de invejinha, mas é daquelas das boas, tá? Sucesso!
the fazz a 3 de Fevereiro de 2010 às 00:27

Alto, loiro, sarcástco, finamente irônico, ator, escritor, ano 87, à alcool, sére luxo, estofado de couro, rodas de liga leve, direção hidráulica...
O Autor
comentários recentes
Muito bom o seu post. A poesia é alog que sempre v...
Na boa cara, muito pomposo este seu artigo, mas v...
Adoro este blog e já o leio à alguns dias a acompa...
Eu não sei quem sou e você sabe quem é? E se não s...
"A poesia é a música da alma, e, sobretudo, de alm...
deve se orgulha sim você é o OVULOZORD Da turma a ...
Como vc num deu nome aos bois, vou concluir que fo...
Como estabelecido entre o conselho nobre... aqui e...
Aquela do "rédeleibou ou aici" é pior... Vai por m...
http://poecinzas.blogspot.com/2009/09/uma-carta-pa...
pesquisar