Felipe Lacerda - o escritor que diz Ni

Agosto 31 2009

Escrevi aqui sobre as mulheres peladas.

Ela não comentou nada.

Então vou reforçar a idéia:

 

Só queria dizer que não me importo com aquelas pintinhas nas costas

nem com as sardinhas vermelhas no decote.

São até sexys, é sério.

E também não estou nem aí para alguns quilinhos à mais, que nem são tantos.

São na medida certa. Você não é gorda, é gostosa. É impossível alguém ser gorda com 68 quilos e 1,74 de altura. É bom. Tem onde pegar.

Me enrolei com algumas modelos que são bidimensionais, em todos os sentidos.

Você é 3D.

É linda, do jeito que é. E o melhor, consegue entender as coisas que falo.

 

Pelo amor de Deus, pára com essa paranóia bulímica.

Quero ver você nua, não apenas sentir no tato.

Quero ver com os olhos, pleonasticamente.

 

Gata, você não precisa de uma lipo.

Precisa é de amor próprio.

 

PS: Adorei o desjejum. Mas da próxima vez me acorda antes de adoçar o café.

E obrigado por entender que não estamos namorando.

 

 

 

publicado por Felipe Lacerda às 15:48

Alto, loiro, sarcástco, finamente irônico, ator, escritor, ano 87, à alcool, sére luxo, estofado de couro, rodas de liga leve, direção hidráulica...
O Autor
comentários recentes
Muito bom o seu post. A poesia é alog que sempre v...
Na boa cara, muito pomposo este seu artigo, mas v...
Adoro este blog e já o leio à alguns dias a acompa...
Eu não sei quem sou e você sabe quem é? E se não s...
"A poesia é a música da alma, e, sobretudo, de alm...
deve se orgulha sim você é o OVULOZORD Da turma a ...
Como vc num deu nome aos bois, vou concluir que fo...
Como estabelecido entre o conselho nobre... aqui e...
Aquela do "rédeleibou ou aici" é pior... Vai por m...
http://poecinzas.blogspot.com/2009/09/uma-carta-pa...
pesquisar